Favicon 1cb4489fb8f184406263c976f23e6ccba48662de2a4c7065632fd05b7305879a

Entre o gesto e o sentido

Curadoria: Talitha Motter

Talitha Motter*

/ GESTO /

Elke Coelho parte de gestos, quase exaustivos, para o acúmulo de coisas: apropriar-se do ordinário, de materiais simples como um pedaço de algodão, cotonetes e palitos de fósforo; somar milhares de flores que foram desprendidas de suas hastes e depois armazená-las, com o devido cuidado, em pequenas caixas de acrílico – preciosas de seu conteúdo; coletar palavras, como se possuíssem peso e medida; desenhar memórias de sensações, infinitas vezes, como se fossem os dias.

/ SENTIDO /

Dentre os atos que se repetem, as surpresas. Hibridações suscitadas pelo encontro entre diferentes eixos de linguagem – escrita e visual – nos encaminham para compreensões além da flor que se faz vermelha ou da palavra que revela o estado de ferimento. Dessa maneira, os trabalhos de Elke concretizam uma relação única com os seus/nossos pequenos guardados, ainda que sejam eles os mais singelos e efêmeros. Forma-se um reduto onde ainda é possível estabelecer vínculos perenes com os elementos que nos orbitam. Anteriormente, o crítico de arte Mário Pedrosa** já nos havia chamado a atenção para a dificuldade que temos de estabelecer relações afetivas com nossos objetos, diante do exacerbado consumo e da produção em massa. É como se evitássemos depositar parte de nós nas coisas, pois elas foram feitas para logo se irem, sem grifarem nossas horas.

---

No entanto, sempre existe algo que resta, como aqui podemos notar. Cada parte que reside, ou resiste, é inventariada e guardada secretamente, formando uma coleção que pode enganar o olhar. A imaginação parece mais eficaz como chave de acesso. Uma vez no seu interior, transitamos simultaneamente entre palavras e objetos, entre semelhanças e singularidades, onde a repetição de formas e elementos acaba por enaltecer o que se difere. Diante do transcurso do tempo das coisas, o ensaio da permanência.

*Talitha Motter é mestre na linha de História e Crítica de Arte pelo PPGAV/UFRJ, coeditora da revista Arte ConTexto e curadora da plataforma Aura.

** Ver o texto “Crise do condicionamento artístico” (1966).

LOCAL

Perestroika (Av. Cel. Lucas de Oliveira, 894, POA/RS)

ABERTURA

13/10/2016 a partir das 19h

EXPOSIÇÃO

13/10/2016 a 13/12/2016

Work home aura arte elke coelho assemblage casca
R$ 600,00 Em até 5x de R$ 120,00
Work home aura arte elke coelho assemblage pele
R$ 800,00 Em até 6x de R$ 133,33
Work home aura arte elke coelho assemblage mar
R$ 1.000,00 Em até 6x de R$ 166,67
Work home aura arte elke coelho assemblage confete
R$ 800,00 Em até 6x de R$ 133,33
Work home aura arte elke coelho assemblage l grimas
R$ 800,00 Em até 6x de R$ 133,33
Work home aura arte elke coelho assemblage muito e pouco
R$ 600,00 Em até 5x de R$ 120,00
Work home aura arte elke coelho assemblage quase invis vel
R$ 800,00 Em até 6x de R$ 133,33
Work home aura arte elke coelho assemblage roda gigante
R$ 600,00 Em até 5x de R$ 120,00
Work home aura arte elke coelho assemblage dinamite
R$ 600,00 Em até 5x de R$ 120,00
Work home aura arte elke coelho assemblage acontecimento
R$ 600,00 Em até 5x de R$ 120,00
Work home aura arte elke coelho assemblage segredo
R$ 600,00 Em até 5x de R$ 120,00
Work home aura arte elke coelho assemblage chuva
R$ 600,00 Em até 5x de R$ 120,00
Work home aura arte elke coelho assemblage espera
R$ 600,00 Em até 5x de R$ 120,00
Work home aura arte elke coelho assemblage casulo
R$ 800,00 Em até 6x de R$ 133,33
Thumb aura talithamotter

Talitha Motter

  • LOCAL
  • Perestroika (Av. Cel. Lucas de Oliveira, 894, POA/RS)

  • ABERTURA
  • 13/10/2016 a partir das 19h

  • EXPOSIÇÃO
  • 13/10/2016 a 13/12/2016

  • Realização
  • Perestroika POA e Aura Arte

  • Montagem
  • Alexandre Moreira

  • Curadoria
  • Talitha Motter

 

BlackWall apresenta "Entre o gesto e o sentido" de Elke Coelho (vive e trabalha em Londrina/Paraná)

Na quinta-feira, dia 13 de outubro, a partir das 19h, abre a exposição “Entre o gesto e o sentido", individual da artista Elke Coelho na Perestroika POA (Av. Cel. Lucas de Oliveira, 894, POA/RS). A mostra faz parte do projeto BlackWall da escola de criatividade, do qual a Aura é parceira atuando na seleção dos artistas, curadoria e produção das mostras. 

A exposição apresentará uma sequencia de trabalhos de Elke Coelho, resultantes principalmente de sua pesquisa de doutorado junto à Escola de Comunicações e Artes da USP. As obras trazem a repetição como processo operatório e conceitual, tanto a partir da utilização de formas modulares, como pelo uso de objetos que deixam implícita à propriedade do múltiplo – a exemplo de flores sempre-vivas, botões e lantejoulas. No entanto, a partir de trânsitos entre palavra e objeto, formas e cores, a artista constrói e revela pontos de diferença. Neles, sentidos outros estão colocados, sendo questionadas as ações que perpassam o arquivamento de coisas, em sua obra “Resíduo”; e testados os processos de contaminação entre o que nomeia e o que é designado, como em “Ferida”, ao mesmo tempo marca e campo de flor.

Os trabalhos expostos estarão disponíveis para venda no local e também através do site da Aura no link: https://www.aura.art.br/exposicoes/entre-o-gesto-e-o-sentido
 
Sobre a artista
Elke Coelho é pesquisadora, artista e professora do Departamento de Arte Visual da Universidade Estadual de Londrina. Doutora em Artes Visuais pela Escola de Comunicações e Artes da USP (2014); mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UFRGS (2007); especialista em Literatura Brasileira pela Universidade Estadual de Londrina (2006); e graduada em Educação Artística pela mesma instituição (2005). Participou de exposições coletivas e individuais, entre elas: Área de risco, MAC-USP (2014); Quando os objetos se tornam abismos, Divisão de Artes Plásticas da Casa de Cultura UEL (2013); Ontem o dia estava assim e outras anotações gráficas, Museu Victor Meirelles, Florianópolis (2010); e Ocorrências Silenciosas, Sala Theodoro De Bona, Museu de Arte Contemporânea do Paraná (2010).

Serviço
Abertura: 13/10/2016 à partir das 19h
Exposição: 13/10/2016 a 13/12/2016
Local: Perestroika POA (Av. Cel. Lucas de Oliveira, 894, POA/RS)