Aura veridiana leite fotoperfil

Veridiana Leite

Ribeirão Preto/SP, 1979. Vive e trabalha em São Paulo/SP.

Graduada em Artes Aplicadas pela Escola Massana de Barcelona, pós-graduada em Teatro dos Sentidos, em Barcelona, além de ter frequentado vários cursos de artes no Parque Lage, Rio de Janeiro. Durante sua formação foram fundamentais os cursos que fez com Charles Watson, Daniela Labra, Luiz Ernesto, Orlando Mollica, Eny Eliperte entre outros. Dentre as exposições que participou se destacam a individual “Retratos” na galeria Mutuo em Barcelona 2015, a individual “Tudo Azul” na galeria Adearte de Ribeirão Preto em 2012 e a coletiva “Memórias” com curadoria de Daniela Labra no Centro Cultural do BNDES no Rio de Janeiro em 2011. Recebeu prêmio no 36º SARP, Salão de Ribeirão Preto, em 2011. Em 2012 participou da residência artística Agora Collective em Berlim, e, em 2013, da residência Nena’s Contemporary Art em Chiang Mai, Tailândia. 



Work aura veridiana leite 08
Work aura veridiana leite 07
Work aura veridiana leite 06
Work aura veridiana leite 05
Work aura veridiana leite 04
Work aura veridiana leite 03
Work aura veridiana leite 02
Work aura veridiana leite 01


Exposições individuais

2016 – Galeria Mutuo, Barcelona/Espanha.

2015 – Galeria Sala da Praça, Ribeirão Preto/SP.

 

Exposições coletivas selecionadas

2016 - NAUART, Barcelona/Espanha.

2014 – Fábrica Bhering, Rio de Janeiro/RJ.

2013 – Galeria Pop-Up, Berlim/Alemanha.

2012 – Fábrica Bhering, Rio de Janeiro/RJ.

2011 – Fábrica Bhering, Rio de Janeiro/RJ.

2011 – 36º SARP – Exposição de Arte Contemporânea, Ribeirão Preto/SP.

2011 – Black Tie, Centro Cultural do BNDES, Rio de Janeiro/RJ.

 

Salões e residências:

2013 – Residência Artística em NENA CONTEMPORARY ART SPACE, Chiang Mai/Tailândia.

2012 – Residência Agora, Berlim/Alemanha.

Texto de Liege Gonzalez Jung, diretora Dasartes

Venho acompanhando o trabalho de Veridiana desde o início de sua carreira, com as primeiras experiências figurativas na pintura, passando por colagens, instalações, fotografia e desenhos. A variedade de suportes experimentados, sempre em profundidade, atesta sua autenticidade como artista, em uma constante busca pela inovação que, lentamente, a levou ao estágio atual de sua pintura: maduro, mas sem perder o frescor.

O desenvolvimento de seu trabalho destilou seus melhores elementos e estabeleceu uma paleta própria de cores, que faz parte de sua assinatura. Ainda que a figuração seja apenas sugerida, ou às vezes nem isto, as telas continuam a propor narrativas. Algumas se encerram na própria tela, outras parecem passar de quadro a quadro, através de elementos e cenários que se repetem ou complementam.

Completam a personalidade de sua obra as linhas fluidas e composições de um caráter onírico, poético, que flertam com a bidimensionalidade característica da pintura contemporânea sem assumi-la por completo. A atração por estas paisagens cheias de dúvidas é imediata e não se explica com palavras.

×