Aura arte atelier d43

Atelier D43

Formado por Caju Galon, Kelvin Koubik e Teresa Poester, o Atelier D43 explora há sete anos as possibilidades do desenho face às novas tecnologias e linguagens artísticas contemporâneas. Atualmente, o coletivo foca-se nas relações entre desenho como ação e seu resultado em papel ou vídeo. Estes suportes não registram apenas o desenho como uma performance dentro do ateliê mas constituem a própria linguagem experimental e autônoma do grupo. Toda sua produção é assinada como Atelier D43. O grupo vem realizando exposições, residências, workshops e ações difundindo o desenho contemporâneo dentro e fora do Brasil.



Work aura arte atelier d43 destaques  20
Work aura arte atelier d43 destaques  19
Work aura arte atelier d43 destaques  18
Work aura arte atelier d43 destaques  17
Work aura arte atelier d43 destaques  16
Work aura arte atelier d43 destaques  13
Work aura arte atelier d43 destaques  12
Work aura arte atelier d43 destaques  11
Work aura arte atelier d43 destaques  10
Work aura arte atelier d43 destaques  9
Work aura arte atelier d43 destaques  8
Work aura arte atelier d43 destaques  7
Work aura arte atelier d43 destaques  6
Work aura arte atelier d43 destaques  5
Work aura arte atelier d43 destaques  4
Work aura arte atelier d43 destaques  3
Work aura arte atelier d43 destaques  2


2013 - Prêmio Açorianos de Artes Plásticas, Lugares do Desenho – Atelier D43 e convidados, Porto Alegre/RS.

Exposições individuais

2017 - BOÎTE À DESSIN: uma experiência na França, Museu do Trabalho, Porto Alegre/RS.

2016 - Boîte à Dessin, Centro Cultural Anis Gras, Paris/França.

2015 - Loucos por Desenho, Vila Flores, Porto Alegre/RS.

2014 - Atelier D43: Desenhos de Atelier, Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho, Caxias do Sul/RS.

2013 - Lugares do Desenho – Atelier D43 e convidados, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, Porto Alegre/RS.

 

Exposições coletivas

2016 - Frigos Portes Ouvertes 2016, Paris/França.

2015 - Paralelo 31 - 3ª edição, Galeria A SALA, Pelotas/RS.

2014 - Mostra Audiovisual Sem Destino, IA/UFRGS, Porto Alegre/RS.

2014 - Video Raymi, 5ª Mostra Internacional de Videoarte, Cusco/Peru.

 

Residências artísticas

2016 - Boîte à Dessin, Centro Cultural Anis Gras, Paris/França.

2014 - Produção de mural no Centro Cultural Kavlin, Punta del Este/Uruguai.

Instruções para desenhar

Eduardo Veras

 

Materiais necessários: folha de papel muito grande, extensa tira de borracha, materiais que sejam generosos na hora de riscar (carvão, grafite, bastões oleosos, etc.).
Número de participantes: você e mais dois amigos que também gostem de desenhar.
Passo a passo:
1)    Estender uma folha de papel na parede.
2)    Preparar o equipamento de vídeo para gravação: a gravação, em certa medida, vai definir o ritmo das ações a serem executadas.
3)    Com a ajuda dos amigos, amarrar a ponta da tira de borracha em um de seus pulsos, atando em seguida a ponta livre ao outro braço.
4)    Municiar-se, a cada mão, com os materiais de desenho.
5)    Confiar a um dos amigos o centro da tira de borracha.
6)    Na outra ponta da sala, o amigo deve estender a tira tanto quanto puder, procurando conduzir, refrear ou pelo menos manter sob tensão os movimentos que você ensaiar. Esse ensaio é o trabalho.
7)    Riscar livremente sobre o papel, descartando a possibilidade de figuras identificáveis. Pontos, linhas, manchas, traços curtos e rápidos, ou extensos e largos, devem ser suficientes.
8)    Divertir-se à larga, saboreando os inesperados.
9)    Inverter papéis, amarrando a tira nos pulsos dos amigos e assumindo, por seu turno, a tarefa de tensionar os gestos dos outros, trocando sempre de lugar até um momento de suspensão, tendo em vista que o desenho nunca estará pronto.
10)     Em uma noite de primavera, com sorte estrelada, compartilhar os resultados: os vídeos, os desenhos.  
Haveria ainda uma série de outras estratégias: amarrar a tira no pulso de um e outro participante simultaneamente; acomodar as tiras de modo que todos possam rabiscar ao mesmo tempo sobre o papel, etc.
Outras variações: projetar sobre o próprio desenho a imagem do amigo desenhando, passando a interagir – sobre o papel – com a gravação; interagir com sua própria imagem desenhando, etc.
Experiências como essas acompanham o cotidiano do grupo D43, formado por Caju Galon, Kelvin Koubik e Teresa Poester. O coletivo, nascido há quatro anos, como atividade de pesquisa no Instituto de Artes da UFRGS, investiga possibilidades do desenho em suas expansões a partir de contatos com novos recursos tecnológicos e outras linguagens artísticas.
Por vezes (e essa é uma das tônicas na exposição Loucos por desenho), Caju, Kelvin e Teresa retomam velhos desenhos para desconstruí-los e reconstruí-los, exaurindo as imagens até os limites do desejo de invenção.
O trabalho é sério, mas não despreza o prazer e a alegria.

(Eduardo Veras é crítico e historiador da arte, professor do Instituto de Artes da UFRGS.)

>< Duo Arquitetos - Maria Paula Recena e Valério Curtis, Porto Alegre/RS.
>< Centro Cultural Anis Gras, Paris/França.

×